Entrega das chaves: qual a importância da vistoria do imóvel para a rescisão do contrato

Se você é inquilino e está saindo de um imóvel alugado, seja para outra locação ou para uma casa própria, provavelmente possui inúmeras dúvidas sobre o momento de entrega das chaves e da rescisão do contrato de locação.

Quando falamos em experiência do consumidor no mercado imobiliário de locação, é comum pensarmos em todas as etapas até a assinatura do contrato de locação. Contudo, há um momento que também precisa de acompanhamento, a rescisão do contrato e a entrega das chaves.

Ao falarmos sobre o fechamento de um contrato é essencial estar atento para como tudo começou, ou seja, para que uma rescisão seja tranquila e sem divergências, o contrato de locação precisa refletir os interesses de todas as partes envolvidas no processo. 

Em entrevista para o Imobi Report, Eder Fernandes, CEO do Grupo KSI, contou como um processo de locação, fechamento de contrato e vistoria pode ser o mais livre de ruídos e nós trouxemos os principais pontos neste artigo.

 

A importância da vistoria

A vistoria de um imóvel é uma avaliação realizada com o objetivo de identificar qualquer possível problema estético ou na infraestrutura da propriedade. Esse procedimento ocorre em dois momentos: o primeiro, no recebimento das chaves, e o segundo, na devolução e encerramento do contrato de locação.

Durante a primeira vistoria, é produzido um documento – o laudo de vistoria – em que são registradas todas as informações relevantes sobre o estado de conservação do imóvel. Assim, nele deve conter todos os pontos que precisam de melhoria, quais defeitos foram encontrados em tudo o que a propriedade contém, entre outros detalhes.

Normalmente, o Laudo possui pontos como:

  • dimensão do imóvel
  • condições dos itens de maior utilização (torneiras, janelas, armários, etc)
  • possíveis vazamentos e infiltrações
  • condição da mobília
  • detalhes sobre as instalações elétrica e hidráulica
  • pintura e revestimentos
  • rachaduras
  • condições do piso e do forro
  • nivelamento.

Fernandes destaca que quanto mais rigorosa a vistoria de entrada, menor será a dor de cabeça na hora da entrega final das chaves. Por isso, um laudo bem detalhado, com depoimentos e imagens, assinado por ambas as partes é o que vai dizer como o imóvel deve ser entregue no final da locação.

Afinal, a vistoria é responsável por proporcionar maior segurança para toda a negociação. 

Vale ressaltar que, segundo a Lei do Inquilinato (número 8.245), é de responsabilidade do inquilino notificar imediatamente ao proprietário qualquer dano sob a propriedade e, a depender da sua natureza, quem deverá arcar com os gastos de reparo é o proprietário ou o locatário.

Metodologia para a vistoria

Uma metodologia é um caminho padronizado a ser seguido em todas as etapas da vistoria, garantindo a qualidade e segurança do processo.

Fernandes conta que a rescisão de um contrato de locação é como uma separação, que também é uma rescisão, só que na vida pessoal. 

Quando você se casa, não se preocupa em como pode ser a separação dos bens se acontecer algo, porque no início todos acham que vai dar tudo certo. Lá na frente quando você começa a passar por desafios, a gente vê as necessidades de ter alguns pontos importantes”, explica.

Em resumo, só há discordância quando as regras não estão claras no momento do negócio. Por isso, os problemas que surgem ao final do contrato de locação são os sintomas e não a causa inicial.

Uma dica importante que o CEO da KSI fornece é que as expectativas precisam estar alinhadas e uma comunicação clara é essencial em todos os pontos de contato. Durante a vistoria inicial, o inquilino precisa ser alertado de quais são os pontos de atenção na hora de devolver o imóvel, como torneiras gotejando, corrediças, fechaduras, etc. Inclusive, recomenda que o vistoriador faça uma visita antes que o inquilino pinte o apartamento para entregar, já que, assim, ele poderá apontar quais são os detalhes que precisam de reparo. Dessa forma, a figura do vistoriador se torna mais simpática, passando a ser um orientador.

Experiência do cliente

Os dois lados de uma negociação de locação são clientes da imobiliária. Portanto, ambos precisam estar satisfeitos com suas experiências com a empresa. Essa experiência é um conjunto de atributos que determinam o quão satisfatória é a jornada de alguém até o momento em que deixa de precisar dos serviços prestados. 

É importante destacar que o objetivo máximo de uma marca é transformar boa parte dos seus clientes em defensores de marca, ou seja, em pessoas que indicam os serviços da empresa e advogam a seu favor, atraindo cada vez mais clientes para a sua imobiliária.

Para melhorar a experiência, a clareza é indispensável.

Proximidade e cumplicidade

Aqui na Pirâmides, nós prezamos por um atendimento de excelência, de forma a solucionar todas as dúvidas que possam surgir durante o processo de locação. E, além de diversificarmos as garantias locatícias para facilitar a vida de inquilinos e proprietários, contamos com uma assessoria jurídica sempre que necessário.

Está buscando uma casa nova?

Você saiu da sua casa ou apartamento alugado, mas ainda não sabe onde vai morar? A Pirâmides está aqui para ajudar!

Leia também: Como alugar um imóvel – o passo a passo

Acesse o nosso site e confira de perto os incríveis imóveis que temos disponíveis em Florianópolis. Se precisar de ajuda para encontrar o seu lugar ideal, entre em contato com um dos nossos especialistas.

Todos os nossos processos são realizados por uma equipe especializada que vai auxiliar você do começo ao fim dessa jornada para que a sua experiência seja rápida, prática e sem burocracia.