Na hora de visitar um imóvel para comprar ou alugar, encontrar um local desorganizado e repleto de objetos pessoais pode causar desconforto tanto para os clientes como para o proprietário. Para atrair um provável número de interessados no imóvel, é interessante pensar em maneiras de organização que deixem o imóvel mais neutro, para que na hora da visita a pessoa consiga visualizar ali um espaço onde possa construir um lar. Uma técnica muito usada é a do Home Staging, que despersonaliza o imóvel para torná-lo mais atrativo aos futuros moradores. Que tal saber um pouco mais? 

O que é o Home Staging?

O Home Staging é um conceito inglês que nasceu na década de 70 nos EUA, período em que havia uma grande oferta imobiliária. Nos anos 90, a técnica chegou na Inglaterra e foi se espalhando pela Europa gradualmente. A corretora imobiliária Barb Schwarz, criou o conceito depois de verificar o quanto algumas pequenas alterações no imóvel e em como ele é mostrado podem causar um impacto positivo muito maior nos potenciais compradores, além de agregar valor ao imóvel e o quanto isso seria benéfico para os seus clientes e o mercado imobiliário. 

A corretora percebeu o quanto isso seria benéfico para os seus clientes e para o mercado imobiliário, pois a prática do home staging ajuda com que o imóvel fosse vendido em um prazo mais curto e por um preço maior.

O conceito vem crescendo e sendo amadurecido desde então. O objetivo é transformar o imóvel de maneira que passe a ser mais atrativo para futuros inquilinos ou compradores através de uma decoração neutra e funcional, permitindo também agilizar o processo de arrendamento ou venda e adicionar valor ao imóvel. Segundo a Associação Espanhola de Home Staging [https://ahse.es/] , a venda do imóvel pode ser 8 vezes mais rápida com o uso da técnica. 

Home staging e a criação de valor 

Certos cuidados são necessários para que o seu imóvel transmita uma imagem positiva e fique gravada na mente dos clientes compradores, que estão cada vez mais exigentes pois, com o avanço da tecnologia, as imobiliárias começaram a oferecer serviços diferenciados. O primeiro contato que um cliente tem com a sua casa à venda ou para locação, é feito através de fotos feitas pelo seu corretor e publicadas nos portais imobiliários. Portanto, essas imagens precisam retratar o melhor do seu imóvel para aumentar as chances de venda ou de locação. 

É então que entra o Home Staging, potencializando pontos fortes, melhorando o visual e criando novos atrativos para torná-lo mais vendável. As técnicas podem ser utilizadas em qualquer imóvel, seja ele pequeno, novo, antigo, etc. E também não precisa ser algo caro, existem várias técnicas que podem ser aplicadas quando o orçamento é apertado. Você pode dividir o processo em várias etapas para deixar a aparência da sua casa atualizada, bem mantida e atraente. Afinal, você quer apreciar e não depreciar o valor do seu imóvel, não é mesmo?

Técnicas de Home Staging para aplicar

O objetivo do Home Staging é transformar o imóvel e torná-lo mais atrativo para futuros compradores ou inquilinos através de uma decoração funcional e acessível. E, embora ainda não seja muito difundido no Brasil, muitas pessoas passaram a utilizar a técnica quando a questão é vender ou alugar um imóvel mais rápido. 

Para isso, é necessário pensar no cliente, colocando-se no lugar dele. Imagine que um potencial comprador ou inquilino vai fazer uma visita para conhecer a propriedade, se este imóvel estiver com desgastes aparentes, bagunçado e sujo, provavelmente ele vai querer diminuir o valor da negociação ou então desistir. Assim, é importante trabalhar para causar impactos positivos, buscando uma ligação emocional e a sensação de que seria bom e agradável viver naquela casa. Algumas técnicas que você pode aplicar para isso são: 

 

  • A preparação do imóvel deve envolver desde reparos de elétrica e hidráulica até a decoração. 

 

  • Concentre seu esforço e maior parte do orçamento para cômodos que têm maior probabilidade de influenciar o cliente, como sala de estar, quarto principal e cozinha. 

 

  • Aplique uma decoração clean, moderna, sem abusar de artigos decorativos. Isso irá contribuir para estabelecer uma relação de empatia. 

 

  • Ao mostrar a casa aos potenciais compradores ou inquilinos, é necessário retirar do imóvel os toques pessoais, como fotografias, roupas e itens decorativos. 

 

  • O espaço é um fator muito importante na escolha do imóvel. Portanto, livre-se de tudo o que é desnecessário para que os cômodos sejam mais abertos e passem uma maior sensação de espaço. 

 

  • As cores também são uma forma de expressão da personalidade de cada pessoa, mas os gostos são subjetivos. Por isso, evite as cores fortes e opte por tons neutros, como o branco e o cinza. 

 

  • A iluminação é outro ponto determinante na maneira de vermos um imóvel. Uma casa bem iluminada passa a sensação de boas-vindas e conforto. 

 

  • Não se esqueça dos cuidados com o anúncio do imóvel, que deve ter uma boa descrição e fotos profissionais. 

Agora que você já sabe como o Home Staging funciona e quais são as suas vantagens, que tal aplicar no seu imóvel? Se você precisa de uma ajuda, converse com a Pirâmides para saber como colocar as técnicas em prática da melhor forma, nossos corretores vão saber como te auxiliar.  

Leia também: 

Como decorar um apartamento alugado?

Como escolher o apartamento ideal para morar com a família?