Quais são os principais fatores que influenciam a valorização de imóvel

Há três fatores fundamentais para fazer um bom negócio.

Um imóvel deve reunir qualidade, custo e utilidade para garantir a sua valorização a todo vapor. Em geral, a valorização diz respeito ao quanto o valor de uma propriedade aumenta em relação ao seu preço inicial. Definir a compra de uma casa ou apartamento exige a observação das tendências de mercado e projetar o potencial de revenda da propriedade, mesmo quando o objetivo é a moradia.

Nesse cálculo, interferem as condições econômicas do país, a evolução na qualidade de vida do bairro ou cidade e eventuais mudanças sociais, que são fatores subjetivos e mais complexos de serem mensurados.

Contudo, a valorização de imóvel também está ligada a alguns fatores objetivos como a localização, condições estruturais e a sua documentação.

Fatores externos ao imóvel que influenciam na valorização

Valorização de imóvel: quais os principais fatores de influência?

Como vimos, existem alguns fatores que não estão diretamente relacionados ao imóvel e à sua localização, mas à razões externas.

A economia é um fator objetivo na flutuação do mercado imobiliário, pois influencia diretamente a taxa de juros sobre os financiamentos, a Selic. Recentemente a Selic atingiu um patamar histórico de baixa e isso incentivou a compra de imóveis, reposicionando a propriedade ao lado de ativos como o ouro e o dólar.

Já um fator subjetivo a ser levado em consideração na hora de analisar o mercado imobiliário é o comportamento social, ou seja, eventos de grande impacto, como a pandemia e o isolamento, possuem o poder de acelerar tendências. Exemplo disso, é o que ocorre com o fluxo de pessoas dos grandes centros urbanos que estão migrando para áreas mais afastadas em busca da melhor qualidade de vida.

Ainda assim, diante desse cenário, existem 3 fatores que são muito relevantes e que interferem diretamente no preço dos imóveis. Confira:

Localização

A localização é um dos fatores que mais influenciam na valorização de um imóvel. Ela é o grande ponto de partida na hora de buscar uma nova casa ou apartamento ideal. 

Através dela será possível avaliar o acesso a outros pontos da cidade, bem como a qualidade de vida, projetos de planejamento urbano e o potencial desenvolvimento de uma região.

O primeiro passo para construir uma primeira impressão sobre a localização é simples: observe a oferta de serviços essenciais, comércio, bancos, parques, mercados, restaurantes, shoppings e demais pontos que contribuem para a facilidade do cotidiano dos moradores.

Como a segurança influencia a valorização de um imóvel?

Depois, é hora de investigar o fator segurança da região, pois uma das maiores preocupações dos habitantes é o índice de criminalidade nas localizações onde moram e frequentam. Fique atento sobre os índices de violência, pesquise os noticiários do bairro e as propostas de melhoria de infraestrutura do governo ou prefeitura para a região.

A valorização de imóvel tende a ser maior quando ele se encontra em locais com menores taxas de furtos, assaltos e outros crimes, assim como a presença constante de patrulhamento, proximidade a delegacias e até mesmo infra estruturas de monitoramento 24h.

Condições

Neste ponto, a primeira avaliação também é simples: quanto maior a metragens e quanto maior o número de cômodos, melhor. Além disso, leve em consideração as vagas de garagem disponíveis, elevadores e diferenciais dos condomínios (em caso de prédios e condomínios).

A versatilidade da estrutura do imóvel também é um fator relevante para atrair mais compradores no futuro. Então, verifique a dinâmica da propriedade, ou seja, certifique-se de que ela permita projetos de iluminação ou decoração, sem a necessidade de grandes reformas. 

Por fim, esteja atento à estrutura. Se possível, solicite a avaliação de um engenheiro ou mestre de obras de confiança para certificar que não vão surgir problemas graves. Lembre-se que procurar auxílio profissional para acompanhar o potencial de valorização de imóvel pode ser essencial na hora de fechar negócios certeiros. Por isso, é importante contar com uma consultoria imobiliária.

Ademais, os acabamentos são outro ponto de atenção, já que qualidade e durabilidade significam uma quantidade menor de gastos com trocas de materiais e manutenção.

Algumas características físicas também são levadas em consideração quando se trata do potencial de valorização. Confira alguns elementos que merecem atenção:

  • Arquitetura e design;
  • Materiais resistentes, como os metais dos banheiros e cozinhas;
  • Banheiros extras;
  • Armários embutidos e móveis de qualidade planejados;
  • Varandas;
  • Vista livre e andares mais altos (em casos de apartamentos);
  • Infraestrutura do condomínio:
    • Acessibilidade;
    • Áreas comuns sociais e de lazer;
    • Diferenciais de segurança.

Documentação

Analise bem a documentação do seu imóvel ou do imóvel que pretende adquirir. Propriedades regularizadas e com impostos em dia tendem a ter uma valorização expressiva no mercado.

Imóveis com dívidas ou regulamentação atrasada, casos de disputas familiares, herança ou terrenos sem escritura, não são bem vistos e podem custar anos de processos judiciais até que tudo seja resolvido e o bem possa estar pronto para a venda e aquisição.

Expectativas para o mercado imobiliário para a valorização de imóvel

A queda recente na taxa de juros e a expectativa de recuperação do mercado imobiliário tornaram a compra de um imóvel ainda mais atrativa.

De acordo com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), o investimento em imóvel rendeu, em média, 15,3% ao ano entre 2009 e 2019. O cálculo de rendimento considera tanto o retorno com aluguel, de 5,9% ao ano, como a valorização dos imóveis, cerca de 9,4% ao ano.

O mercado imobiliário tem se mostrado resiliente, com uma boa rentabilidade no longo prazo, mesmo frente a momentos de crise, segundo Luiz Antonio França, presidente da Abrainc. 

O presidente da Abrainc ainda destacou que um dos maiores incentivadores do setor no Brasil é o alto déficit habitacional. De acordo com um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2017, o déficit era de 7,8 milhões de unidades.

Tem tanta gente que precisa comprar imóvel que mesmo com a crise o mercado segue. O financiamento está mais barato e mais longo no mercado brasileiro e as pessoas acabam comprando o imóvel que caiba no bolso delas e vai ter um ativo com tendência de valorização”, declarou ao Valor Investe.

Conte com a Pirâmides para encontrar o imóvel com excelente potencial de valorização

Desde 1985, a Pirâmides atua na venda de imóveis em Florianópolis e possui parcerias com empresas de referência na construção de imóveis na região, como a Magno Martins, Zita, Koerich, WOA, Etaplan e ACCR.

A nossa missão é ajudar as pessoas a encontrar o melhor negócio para realizar seus sonhos. Por isso, investimos em um time de especialistas no mercado que estão prontos para orientar cada um dos nossos clientes.

Leia também: Como escolher o apartamento ideal para morar com a família.